Um olhar crítico sobre a baixada santísta e o mundo

4.8.06

Homem que estuprou 9 meninos fazia rituais

Um homem acusado de abusar sexualmente de nove garotos com problemas físicos ou mentais em Cleveland, nos Estado de Ohio, nos Estados Unidos, disse para um juiz que fazer sexo com crianças é um ritual sagrado protegido por leis de direito civil.

Phillip Distasio disse que é líder de uma igreja chamada Arcadian Fields Ministries e se representou no tribunal na quarta-feira. Ele foi acusado de 74 crimes, que incluem estupro, mostrar conteúdo impróprio para menores e corrupção com drogas.

"Eu sou um pedófilo. Tenho sido um pedófilo há 20 anos", disse no tribunal do condado de Cuyahoga. "A única razão pela qual eu estou sendo acusado de estupro é porque ninguém acredita que uma criança pode consentir em fazer sexo. O papel da minha igreja é tirar esses casos dos tribunais."

Distasio disse que alguns de seus seguidores estão dentro as vítimas do caso. Dentre as acusações, estão a de molestar dois meninos com deficiência que ele ensinava em casa e estuprar sete meninos autistas em uma escola especial em Cleveland.

Uma condenação envolvendo quaisquer dos oito meninos mais novos já definiria uma sentença de prisão perpétua sem direito a condicional, de acordo com a promotoria.